6 proteções e guarda-corpos que vão deixar sua escada sensacional

De residências a espaços comerciais, as escadas podem funcionar não só como forma de acessar outros andares como também servem perfeitamente como artifício para agregar ao ambiente. Com um projeto especial para se adaptar ao dono e à intenção do local, elas são capazes de mesclar com o resto do recinto. Para que isso funcione, tanto a escada quanto a proteção e guarda-corpos devem estar alinhados não só um com o outro como com o resto da decoração. Isso inclui esquema de cores, materiais e formatos. Conheça 6 tipos de guarda-corpos para refinar a sua escada.

A classe da madeira

Item clássico de construção de escadas, a madeira usada em seus tons naturais traz um ar de rusticidade e naturalidade, combinando bem com ambientes que usam madeira em outros elementos na decoração. É possível optar por cores diferentes, de tons mais claros aos mais escuros, para criar um contraste ou então para deixá-la discreta. Para quem quiser fugir dos apoios verticais que podem ser antiquados para alguns gostos, placas de madeira na horizontal funcionam bem para criar modelos únicos e dar sensação de amplitude.

Guarda-corpo-de-madeira

A elegância do vidro

Uma pura camada de vidro é um elegante recurso por sua delicadeza e possibilidade de se encaixar com vários tipos de locais por sua transparência. Feitos hoje de forma a serem resistentes, são guarda-corpos seguros para se usar. Alguns projetos usam molduras e apoios de alumínio, aço ou madeira bem finos para manter o vidro no lugar e acrescentar detalhes delicados ao trabalho, mas sem roubar a atenção. Esse tipo de guarda-corpo é ótimo para salas mais fechadas e que priorizam a iluminação, já que deixa a luz passar livremente. Quem gosta de mais ousadia pode optar por vidros coloridos, que darão um destaque à escada e a tornarão mais vivo.

Guarda Corpo de Vidro

A solidez do concreto

Embora também funcione para escadas em caracol, esse tipo é particularmente adequado a escadas que fiquem em cantos. Essa proteção, além de passar uma sensação maior de firmeza, é perfeita pra disfarçar a escada no seu redor. Podendo pintar facilmente sempre que necessário, é possível usar a mesma cor das paredes, seja local fechado ou aberto, e escondê-la como se fosse outra parede.

Guarda corpo de concreto

A simplicidade do alumínio

Um dos materiais mais leves e fáceis de usar, o alumínio já é comum na construção de escadas. Nos guarda-corpos, as hastes, tradicionalmente no tom metálico natural ou revestido de branco, costumam assumir formas cilíndricas mais largas, mas com menos barras e que, embora possam parecer roubar a atenção como peças isoladas, na verdade podem se harmonizar e ficar bem discretas.

Guarda corpo de Alumínio

A modernidade do aço

Similar ao alumínio, o estilo metalizado do aço pode trazer uma sensação de modernidade e frescor a qualquer local. Ele funciona particularmente bem em ambientes com decoração de estilo industrial e elementos metálicos. Também é uma forma de trazer clareza ao local, já que a estrutura em metal reflete levemente a claridade e ilumina seu redor. Para estruturas mais delicadas, os guarda-corpos podem usar finos cabos de aço na lateral.

Escada com degraus de vidro e iluminação com LED

A rusticidade do ferro forjado

Outro elemento tradicional da construção de escadas, o ferro pode ser moldado em uma série de formatos e padrões e criar desenhos belíssimos para qualquer situação. De padrões de folhagens, ondas e círculos, retas e traços minimalistas e até padrões mais complexos, é possível agradar a qualquer gosto. Seu estilo é único e nunca sai de moda, e sua resistência garante uma excelente durabilidade.

Guarda Corpo de ferro forjado

Gostou das dicas? Leia outros artigos do nosso blog e confira nosso portfólio para mais ideias incríveis para ter sua escada dos seus sonhos.

Qual a importância do uso do corrimão nas escadas?

Se existe um elemento de extrema importância na hora da construção de uma escada, este é o corrimão.

São barras fixas que acompanham as escadas e rampas, servindo de apoio para as pessoas que precisam caminhar sobre elas. Não somente como item de decoração, o corrimão também é um importante item de segurança, auxiliando o corpo durante o trajeto, e prevenindo quedas.

Para a aplicação, é importante que sejam colocados materiais resistentes, jamais fazendo isso de forma aleatória. Um corrimão mal instalado pode ser extremamente prejudicial. Se você está construindo uma escada, é importante ver estas dicas, para instalar um corrimão da melhor forma possível.

Onde é mais recomendável instalar um corrimão?

Este precisa ser aplicado especialmente quando a escada é utilizada por pessoas com dificuldade de locomoção, mulheres grávidas, pessoas com crianças de colo, crianças acima dos quatro anos e idosos. Isso não quer dizer que os demais não precisem utilizar o mesmo.

O cansaço do dia a dia, o uso de sapatos de salto alto e pesos carregados ao subir ou descer os degraus podem causar quedas, até mesmo com pessoas saudáveis. Por isso, é recomendável que todos utilizem os corrimãos, e entendam melhor sobre qual é a importância do seu uso.

Há também os casos em que há a exigência por lei para a instalação de um corrimão. Através da NBR 9077, que trata das saídas de emergência em edifícios, há a presença de diversas exigências quanto ao uso destes em casos específicos.

A lei deixa bem claro de que estes corrimões precisam ser facilmente agarrados, de forma confortável, garantindo assim um deslocamento contínuo da mão por toda a sua extensão, sem nenhum tipo de obstrução no meio do caminho.

Qual corrimão combina com cada estilo?

Os corrimãos de uma escada precisam influenciar não só a segurança e a praticidade de quem vai utilizar, como também o resultado estético precisa combinar com elementos que ficarão em evidência com a área social da casa.

A melhor forma de escolher um corrimão para a sua escada, primeiramente, é comprovando se a altura do mesmo é conforme o padrão estabelecido, entre 80 a 92 centímetros do chão.

Por mais que esteticamente uma escada sem corrimão seja bonita, é importante ter este elemento como forma de evitar acidentes. Até mesmo as pessoas mais saudáveis podem acabar tropeçando em um simples descuido.

Os melhores corrimões precisam ser de modelo preferencialmente redondo, com diâmetro de cinco centímetros. Esta medida garante conforto para as pessoas. Se tratando dos materiais, os mais recomendados são madeira, alumínio, aço inoxidável e ferro.

Para residências com crianças, se o guarda-copo for metálico, é importante evitar a construção de perfis em linhas horizontais, pois a estrutura pode facilitar que os menores subam no local.

Em perfis verticais, estes não podem ter espaços maiores do que 11 centímetros, de forma a garantir a função de proteger em quedas. Este guarda-copo pode ser projetado a partir de qualquer material, incluindo o vidro, se este for laminado.

Como transformar sua escada em uma obra de arte em sua casa?

A arquitetura e o design de interiores têm se tornado cada vez mais unidos na hora de decorar uma residência ou escritório. Atualmente, um simples apetrecho básico de uma casa, pode virar uma linda peça decorativa. É o caso das escadas, que podem ser customizadas com diversas técnicas artesanais.

Tais técnicas conseguem mudar todo um ambiente. Mudar a cor, alterar a textura ou adicionar um simples enfeite ou detalhe numa escada pode alterar toda a dinâmica do ambiente. Caso você tenha uma escada em um escritório, por exemplo, pintar a escada com tons escuros podem dar um ar de formalidade, ou até mesmo para ambientes mais descontraídos, inserir alguns elementos divertidos na escada pode dar o tom que os profissionais desejam passar para seus clientes.

Já nas residências, essa mesma regra se aplica. A customização deve ser feita de acordo com o perfil de cada pessoa e residência, e com a mensagem que você quer passar com essa ferramenta decorativa.

Tendências mais usadas

Uma das tendências mais aplicadas atualmente é a decoração dos espelhos da escada (área retangular que fica entre cada degrau). Diversas estampas agora podem compor esses espaços, que antes ficavam vazios, a fim de dar um aspecto artístico para quem está subindo os degraus.

Podem ser aplicados desenhos, cores diferentes ou iguais em cada espelho, formas, figuras, listras, entre tantos outros formatos de decoração que combine mais com o local e com a sua personalidade.

É importante observar antes de realizar esse tipo de personalização, qual é o tipo de material que sua escada é feita para fazer a escolha correta da tinta, e para realizar os procedimentos necessários para o cuidado com o material. No caso de escadas em madeira, por exemplo, é preciso, primeiramente, lixar para remover todas as imperfeições e resíduos da escada para só depois aplicar a tinta. Para esses casos, o mais recomendável é utilizar uma tinta de esmalte sintético ou acrílica.

Já para as escadas de concreto, deve-se passar um primer antes de realizar a pintura, para ajudar a tinta a aderir na escada. Neste caso, a tinta látex é a mais recomendada.

Para não se preocupar com tantos detalhes, muitas pessoas acabam optando por preencher essa área com adesivos decorativos, o que é mais rápido, limpo, fácil e econômico, já que não é necessário comprar outros materiais.

Além disso, as diversas opções de estampas tornam-se um atrativo para a escolha dos adesivos. O uso da técnica de “stêncil” (molde vazado com desenhos), também pode ser aplicado com o uso de tinta ou spray. Outro material não tão utilizado é o azulejo, que dá um trabalho maior na aplicação.

Não somente os espelhos dos degraus, mas também todo o degrau pode ser pintado de maneira diferente. Dando uma outra cara ao ambiente, pintar todo o degrau é uma alternativa criativa (podendo ser no mesmo tom, ou até mesmo cada degrau de uma cor), mas que requer a aplicação de verniz no final da pintura, em toda a área que será pisoteada.

Quer ter mais ideias? Acesse o nosso portfólio e entre em contato com a nossa equipe.

Escada pode ser parte decoração da sua casa

Quando você pensa em decoração para casa, o que lhe vem à cabeça? Aposto que quadros, vasos, até mesas lhe vem à cabeça como objeto de decoração. Mas você já pensou naquela sua escada para o segundo andar da sua residência ou para a lavanderia como um objeto de decoração?

Muita gente vai responder que não, o que é compreensível, porque muita gente só pensa na sua função em si: um objeto que te permite descer e subir para um ambiente. Mas acontece que a escada virou muito mais que um ponte para te levar a outros ambientes da sua casa.

Hoje a própria é vista como um objeto de decoração. E por que não? Ela tem tanto espaço e acaba também ocupando tanto espaço dentro de um ambiente… por que não usá-la como uma forma de deixar o ambiente ainda mais legal?

Gostou da ideia? Ótimo, então continue com a gente que daremos algumas dicas de como transformar sua escadacomo parte da decoração da sua casa.

Como transformar a escada parte da decoração

1 – Modelos que desafiam a física

Normalmente estamos acostumados com design de concretos e retas. Mas, que tal desafiar a física e optar por um modelo que deixe sua decoração‘’diferentona’’? Ao invés de optar por uma escada de uma única direção, você pode optar por uma que brinca um pouco com o design.

O modelo em questão sobe até a parede e termina, mais em cima a escada começa na parede e te leva a o outro ambiente. É muito legal e sai do modelo padrão.

2 – Para agradar as crianças e a criança que existe dentro de você

E por que não aproveitar os degraus e torná-los um brinquedo para seus filhos e para você, porque não? Você pode fazer, ao lado, um escorregador. Assim, quanto tiver preguiça de descer, você pode optar pela descida mais divertida, além de ser um brinquedo para seus filhos.

3 – Muito além de uma escada

Uma opção decorativa é você utilizar o degrau para outras funções. Você pode transformar um dos degraus num tipo de bancada que tome toda a parede, por exemplo.

Além disso, esse degrau pode ser diferente dos outros, para dar um destaque de propósito para ele. Além de tornar a escada mais que um simples acesso ao segundo andar.

4 – Encaixe irregular

Você também pode usar sua escada para dar sensação de movimento ao ambiente em questão, essa sensação pode ser integrada com a parede de fundo onde está localizada.

5 – Escadas de dois materiais diferentes

Você também pode brincar com os materiais. Você pode optar por uma escada de madeira, que tem áreas vazadas onde você pode colocar seus livros e ela é encaixada no local.

Conheça a elegância das escadas de madeira agora mesmo! 

A segunda é de metal chumbada à parede, que dá a sensação que a escada está flutuando. Mais uma vez, você usa ela para mais de uma opção, assim você muda o ambiente e ainda brinca com esse item tão comum que ganhou uma nova roupagem dentro de casa.

Entenda o processo de desenvolver uma escada

Uma escada personalizada é um item funcional, que agrega estilo e beleza ao design de interiores, de acordo com as características e necessidades de cada projeto.

Esta personalização só é possível, a partir da análise criteriosa que deve ser realizada pelos envolvidos na construção e na instalação da mesma. Esta análise tem o objetivo de avaliar a viabilidade da escada, de acordo com as normas de ergonomia e segurança vigentes, além de identificar as melhores técnicas e materiais para o projeto, de acordo com as boas práticas arquitetônicas.

Quer incluir uma escada diferenciada no seu projeto de interiores? Antes de contratar um fornecedor, entenda como este elemento é criado e certifique-se de que você está fazendo a escolha da equipe certa.

Entenda o uso da engenharia e tecnologia por trás do projeto escada

A necessidade de construir uma escada pode surgir junto com a construção do imóvel, ou só depois dele pronto, nos casos de reforma e ou ampliação. Dadas as diferentes circunstâncias em que uma escada pode “entrar” na planta do imóvel, nem sempre é possível contar com o cenário perfeito, que é partir de um projeto profissional elaborado por um arquiteto ou designer de interiores.

Veja as diferentes maneiras como o processo de desenvolvimento de uma escada personalizada pode começar:

  • Quando o cliente tem suporte de um profissional de interiores;
  • Quando o cliente não tem suporte de um profissional de interiores.

Quando o cliente tem suporte de um profissional de interiores

A partir do briefing e do projeto de arquitetura do cliente é desenvolvido um projeto básico em 3D. Eventualmente, na fase de aprovação do projeto, podem ser feitos ajustes de acordo com as solicitações do cliente.

Com base no projeto 3D aprovado, são realizados os estudos necessários, para avaliar a viabilidade técnica do projeto e encontrar as melhores soluções para desenvolver a escada que o cliente deseja, dentro das boas práticas de engenharia e arquitetura.

Com bases teóricas, conhecimento e recursos de tecnologia são analisados fatores, como:

  1. Conceito do projeto;
  2. Adequação e resistência de materiais;
  3. Estrutura;
  4. Revestimentos;
  5. Conforto;
  6. Segurança;
  7. Circulação;
  8. Integração com outros componentes.

Após a aprovação dos estudos iniciais, é elaborado um projeto executivo, contendo a lista de compras dos materiais necessários para fabricação e instalação da escada personalizada. Esta lista é a recomendação oficial dos itens adequados para garantir a segurança e a durabilidade da mesma.

Quando o cliente não tem suporte de um profissional de interiores

Quando não há um projeto elaborado por um profissional de interiores, o início do processo de desenvolvimento da escada personalizada é um pouco diferente.

A partir do briefing do cliente, é feito um levantamento técnico a fim de entender as necessidades do projeto.

Essa avaliação prévia é feita com base em fotos e também em um esboço com as dimensões do local onde ela será instalada. Caso seja necessário validar estas informações, deve ser feita uma visita técnica para medição no local da instalação.

Com estas informações em mãos, é desenvolvido o projeto básico em 3D. A partir de então, o processo de criação segue o fluxo normal que é: aprovação do projeto 3D e ajustes, se necessário, seguidos de estudos técnicos e elaboração do projeto executivo.

Conheça as fases do projeto

Seguindo as etapas de criação de uma escada personalizada, após a compra dos materiais listados no projeto executivo, a equipe técnica fica responsável pelo recebimento e a conferência destes itens.

Após o recebimento dos materiais, acontecem as seguintes fases:

  1. Fabricação dos elementos da escada personalizada;
  2. Pré-montagem;
  3. Preparo para o transporte do produto;
  4. Preparação do local de instalação;
  5. Instalação;
  6. Acabamento.

O projeto de desenvolvimento de uma escada personalizada é mais complexo e completo do que as escadas padronizadas que seguem um padrão básico. No entanto, o resultado final é muito mais interessante visualmente e você terá em casa uma obra única.

Se o seu projeto inclui uma escada caracol, de vidro, tipo L, tipo J, Tipo U, circular, helicoidal ou outros modelos de escadas personalizadas, procure uma empresa que ofereça análise criativa e processo técnico adequado para desenvolver a escada que você precisa, com qualidade e segurança.

Agora que você já sabe como uma escada é criada, tire o seu projeto do papel. Faça um orçamento da sua escada com a equipe Escadas Especiais. Confira nosso portfólio