Categoria Curiosidades sobre escadas

Como evitar os erros mais comuns na construção de escadas?

Como evitar os erros mais comuns na construção de escadas

Evite os erros mais comuns na construção de escadas.

Entenda o que não fazer e observar para ter a melhor escada para o local escolhido.

Degraus, profundidade do piso, local: entenda como proceder da melhor forma ao construir sua estrutura vertical.

A construção de escadas é um prazeroso desafio que proprietários de imóveis, designers e arquitetos buscam para dar um charme especial para o local em que será inserida esta estrutura. Contudo, no momento de construir, alguns erros podem comprometer o bom uso da escada – seja por questões estruturais, arquitetônicas ou de simples usabilidade.

Pensando nisso que a Escadas Especiais, dedicada a fazer consultoria, projetar, fabricar e instalar estas estruturas, traz como evitar os erros mais comuns na construção de escadas – permitindo que você utilize a sua da melhor maneira possível.

1. Preste atenção na altura do degrau

Um erro muito comum na construção de escadas é negligenciar a altura do degrau – fazendo com que alguns fiquem desnivelados. Para isso, você precisará fazer uma conta simples: utilize a altura total da escada e divida pelo número de degraus que você quer colocar ou que seja mais funcional.

seis degraus de escadas mostrando altura dos degraus (espelho)  e largura dos degraus (piso)
altura dos degraus

Por exemplo, se você tem uma escada de dois metros de altura (200 centímetros) e quer colocar 13 degraus nela, faça a divisão: 200/12 = 16,66 centímetros terá cada degrau. Evitar esse erro pode contribuir para a construção efetiva da sua escada.

2. Meça o espaço

Outra questão fundamental que muitos erram é: saber quanto de espaço livre há no local em que a escada será instalada. Isto porque um espaço reduzido pode causar uma inclinação que dificulte a subida e descida, tornando o trajeto um pouco perigoso – quanto mais graus a escada estiver inclinada, maior o risco de acidentes.

Para evitar isso, faça a medição do espaço disponível, a altura entre níveis e a inclinação da estrutura. Se necessário, muitas vezes, a instalação de uma escada caracol, que é verticalizada e fixa através do seu eixo, oferece mais segurança.

3. Contrate profissionais

Em hipótese alguma cometa esse erro bastante comum: chamar qualquer pessoa para fazer a instalação da escada. Isto é perigoso por vários motivos – ela pode ter sua estrutura comprometida, com risco até de desabar e, caso você precise fazer alterações posteriores (como instalação de iluminação e corrimãos), poderá não ter espaço e/ou infraestrutura para isso.

Por isso, procure quem é especialista no assunto para fazer a instalação da sua escada. Lembre-se sempre do ditado: o barato sai caro. E, neste caso, o risco não é apenas monetário – mas, também, de segurança.

4. Atenção à profundidade do piso do degrau

Outra situação que não se pode errar é na profundidade do piso. E, para evitar isso, vamos fazer outra conta simples para achar o valor desta parte da estrutura – pegue duas vezes a altura do piso como no nosso exemplo (16,66 x 2 = 33,32) e subtraia pelo valor de referência de 63 – tendo um total de profundidade aproximado de 29 centímetros.

5. Garanta a rigidez da estrutura da sua escada

Certifique que a estrutura da escada esteja rígida, uma escada deve ser segura e confortável, qualquer vibração, barulho ou rangindo, pode causar mal impressão e insegurança ao transitar pela escada, dê preferência a estruturas que garantam esses aspectos e você terá uma boa experiência ao transitar pela sua escada .

6. Verifique o espaço em volta da sua escada

A escada é um elemento de circulação vertical, e isso exige alguns cuidados com tudo que está em sua volta. Verifique por exemplo que tipo de iluminação o ambiente que contém as escada exigirá em condições e situações de perigo, como por exemplo em apartamentos no caso de falta de energia. A escada em muitos casos não pode ser substituída por elevadores em casos de acesso único.

7. Fique atento aos materiais dos revestimentos dos degraus

Dê preferência as revestimentos dos degraus que não escorregam, apesar de não existir pisos anti derrapantes precisamos garantir a segurança, cuidado com desenhos que deixam quinas ou cantos vivos pois podem causar graves acidentes. A escada pode ser usada como rota de fuga em alguns casos.

8. Escolha corrimãos e guarda corpos adequados

A estética é muito importante, porém precisamos de cuidados e atenção especial para segurança, não é a toa que existem as Normas ABNT, tenho visitado muitos ambientes onde são utilizados vidros de 8 milímetros de espessura para guarda corpos, na minha visão isso é muito perigoso e está totalmente fora de normalização, mas isso não é o mais grave em vista de um acidente que pode ser causado a uma pessoa.

9.Inclua áreas de descanso na sua escada

Em casos onde ha a necessidade de mudança de direção, sempre que possível é importante o uso de descanso “patamares” o que faz o cérebro perceber que ali existe um perigo e assim evita muitos acidentes. Fizemos algumas consultorias em locais de acesso público onde as pessoas estavam caindo porque não existiam descansos nas transições das escadas.

10. Cuidado com a regularização do local onde será instalada a escada

Um dos principais fatores que contribuem com vários prejuízos na construção das escadas é a falta de regularização do local onde será instalada, paredes muito tortas, fora de esquadro, desaprumadas entre outros detalhes que dão a maior dor de cabeça e retrabalhos se não forem levados em consideração.

11. Verifique os pontos de fixação e engaste da sua escada

Para colaborar muito com a construção de uma boa escada deixe os pontos de engaste previstos, em muitos casos isso não é levado em consideração e acaba atrapalhando ou atrasando muito a instalação da escada, além de provocar situações perigosas por falta de atenção de quem está construindo.

12. Avalie a inclinação da sua escada

Nada pior que subir em uma escada com degraus muito altos, isso cansa muito, principalmente pessoas de com idade avançada irão reclamar, pois farão esforços acima do normal para subir escadas com degraus muito altos.

13. Cuidado com as diferenças de alturas dos degraus e pisos de sua escada

Acidentes graves foram causados por falta de segurança nas escadas, um dos principais causadores é a falta de padronização nas alturas e pisadas das escadas. Esses erros fazem as pessoas ficarem muito inseguras ao transitar pelas escadas e fazer tropeçar e cair. Isso acontece porque nosso cérebro não consegue calibrar a altura correta.Diferença de altura dos degraus

14. Estabeleça algum tipo de sinalização na escada

A escada necessita de sinalização principalmente onde ha riscos de acidentes, como por exemplo vigas baixas em relação a área de circulação, erro muito comum encontrado em grande quantidade de obras. O pior é que a falta de previsão acaba sendo um problema sem solução, porque não podemos quebrar uma viga pois é parte estrutural, já vimos muitos acidentes graves e até demolições acidentais pela execução de serviços sem avaliação profissional.

15.Cuidado com obstáculos na altura na área de circulação da escada.

Em vários casos, em visitas técnicas em obras verificamos obstáculos na área de circulação da escada, como por exemplo, vigas, rebaixos de teto entre outros que são necessários porém devem ser considerados. Na hora de construir sua escada recomendo que consulte um profissional da área pois nesse caso, o erro pode inviabilizar toda uma área do seu ambiente ou causar prejuízos irreversíveis em sua construção. Um exemplo são as escadas que tem vigas baixas “abaixo de 1.90” m de altura.

16. Rasgo do vão da laje da escada

Os rasgos da laje são de extrema importância para elaboração de uma escada ótima, tenha um projeto bem definido com dimensões adequadas para evitar os erros mais comuns na construção de escadas, o melhor a fazer nesse caso é consultar um profissional, o rasgo depende de uma série de fatores e dimensões que estão diretamente ligadas e não podem deixar de serem consideradas na hora de construir uma boa escada.

Isto é fundamental para que não surjam problemas posteriores na estrutura da escada como um todo – garantindo segurança e comodidade.

Como evitar os erros mais comuns na construção de escadas? foi elaborado e apareceu primeiro aqui em Escadas Especiais.

No blog da Escada Especiais, empresa especialista no assunto, você confere esse e outros temas para deixar o local que receberá essa estrutura muito mais arrojado. Entre em contato conosco e conheça o amplo portfólio de uma organização referência no segmento.

O papel da escada na decoração

A escada é um elemento multifuncional nos projetos arquitetônicos. Além de ser um recurso para a integração de ambientes em imóveis com mais de um pavimento, a escada, sem dúvida, influencia na composição do décor.

A escada personalizada é um recurso para solucionar necessidades específicas de projetos com plantas diferenciadas, que muitas vezes exigem produtos com dimensões não disponíveis no mercado. Estes modelos são verdadeiros curingas no home décor, pois, além de se encaixarem perfeitamente nas características do projeto, oferecem inúmeras possibilidades de customização no visual, contribui para um ambiente mais harmonioso.

Descubra maneiras de incluir a escada no seu projeto de interiores, sem abrir mão da beleza do ambiente.

Definindo o tipo de escada personalizada

Entre outros, a decoração tem o papel de colaborar para o melhor aproveitamento e percepção do espaço dentro de um imóvel. Quando a escada é pensada como um dos elementos do design de interiores, o tipo de escada escolhido costuma valorizar o projeto.

Entre os diversos tipos e modelos de escada disponíveis no mercado, alguns caem perfeitamente bem em determinados ambientes.

Para ambientes estreitos, a escada reta é uma boa opção. É um tipo mais simples de escada, mas que pode ganhar toques de sofisticação, dependendo do material utilizado.

A escada helicoidal, também chamada de caracol, é recomendada especialmente para locais pequenos. Prática e funcional, a instalação deste tipo de escada não exige muito espaço.

As escadas em L e em U exigem um pouco mais de espaço no ambiente, pois são tipos de escada que contêm patamar. No entanto, esse tipo de escada também permite que a área abaixo dela seja aproveitada para outras funções. Pode ser um espaço decorativo, com jardim interno, ou um lugar funcional, com a instalação de um armário, por exemplo.

Escolhendo o material

Com a evolução da tecnologia no design de interiores, o desenvolvimento de novos materiais e o surgimento de técnicas cada vez mais avançadas nos processos de engenharia e arquitetura, atualmente, as escadas personalizadas podem ser feitas de diferentes materiais.

A escolha do material mais adequado para cada escada deve ser feita levando em conta o tipo desejado e também alguns aspectos fundamentais, como a resistência e durabilidade do material quando submetido ao local e ao uso para os quais a escada será destinada.

Por exemplo, escadas que receberão circulação de um número maior de pessoas, suportando uma carga maior com frequência, devem ser elaboradas com materiais apropriados para garantir a segurança dos usuários, evitar o desgaste precoce e, ainda assim, não prejudicar a sua aparência.

A escolha de materiais para a construção de escadas que ficarão expostas às condições climáticas, como vento, orvalho, chuva e maresia também exigem alguns cuidados.

Para além das questões técnicas, a empresa fornecedora da escada poderá auxiliar o cliente a optar pelo melhor material para o tipo de escada desejada para o seu projeto, considerando a identidade visual do local e as opções de materiais disponíveis no mercado, como aço carbonoaço inox,  madeira e vidro, entre outros.

Incluindo o elemento na decoração

A escada é tão importante na decoração, que é preciso estudar a planta e entender as características do espaço, considerando as particularidades do ambiente, como localização de colunas, portas e janelas, sem perder de vista o estilo do projeto e o gosto dos moradores ou usuários do espaço. Nesta equação, até mesmo o mobiliário deve ser pensado para não desvalorizar a escada no ambiente.

Assim como as esquadrias e os revestimentos de pisos e paredes compõem o visual do lugar, a escada é um dos elementos responsáveis pelo resultado final da decoração.

Gostou desse artigo sobre o papel da escada na decoração?

Fale com os especialistas da Escadas Especiais e descubra qual é a melhor opção para a decoração a sua casa.

História da escada misteriosa da Capela Loretto

A história da Escada Misteriosa da Capela Loretto na cidade de Santa Fé, estado do Novo México, Estados Unidos, há, um mistério que já dura 130 anos e que atrai cerca de 250 mil visitantes por ano.

O que torna a capela diferente de todas as outras é o personagem do suposto milagre ocorrido nela, é uma escada.

A capela foi construída no final do século 19, quando ficou pronta, as freiras sentiram falta de uma escada que as levasse até o pavimento superior. 

  • Elas passaram 9 dias rezando para São José, que era carpinteiro.
  • Um desconhecido bateu na porta da capela no último dia.
  • Disse que era carpinteiro e que poderia dar conta da tarefa.
  • Ele construiu, sem ajuda de ninguém, a escada que é considerada um prodígio de carpintaria.
  • Ninguém sabe como ela ficou de pé, pois a escada não tem suporte central.
  • Depois o carpinteiro que não usou prego, nem cola, para construir a escada, sumiu sem deixar vestígios, nem esperou para receber o pagamento.
  • Uma lenda nasceu na cidade de Santa Fé, que passou a acreditar que o carpinteiro na verdade era São José, enviado por Jesus Cristo para atender as súplicas das freiras.
  • Desde então, a escada passou a ser chamada de “milagrosa”, e virou ponto de peregrinação.

Há três mistérios aqui, explica o porta voz da capela:

  • O primeiro mistério é que não se sabe até hoje, quem é o homem que construiu a escada.
  • O segundo mistério é que arquitetos, engenheiros e cientistas dizem que não entendem como a escada se equilibra.
  • E o terceiro mistério: de onde veio a madeira? Já fizeram análises e não existe nada parecido em toda a região.
  • Um detalhe só reforçou a crença no suposto milagre: a escada tem 33 degraus, a “idade de Cristo.”

O que é uma Escada

Escada Chand Baori Índia

escada é baseada em uma das máquinas simples:

  • Escada é um plano inclinado com degraus.
  • Escada é um Substantivo feminino.
  • Escada é uma construção formada por uma série de degraus destinados a ligar locais com diferenças de nível, “Altura”.
  • Em Arquitetura a escada é um elemento de circulação vertical. 
  • Escada possui simbologia muito forte:

Significativa e positiva, a simbologia da escada é interessante e agrega vários “ditos populares”:

  • “subir na vida”: crescer, elevar-se, evoluir, alcançar os objetivos da vida.
  • “subir degrau por degrau”,  alcançar os objetivos devagar, em etapas.
  • alcançar os objetivos da vida”, superar obstáculos, vencer, escada para o céu, etc…

Passagem bíblica:

  • “Escada de Jacó”.
  • Música sobre a Escada de Jacó.

Função das escadas:

  • Elevar ou rebaixar de um nível a outro economizando Energia, aproveitar espaços superiores ou inferiores.
  • Proporcionar a circulação vertical em uma experiência agradável e segura. 

Cálculos de Escadas:

  • Fórmula de Blondel.
  • Pé Direito.
  • Comprimento.
  • Largura.
  • Piso e Espelho.
  • balanceamento de degraus. 
  • ABNT NBR 13532:1995.
  • NBR 9050:2004.
  • NBR 9077:2001.

Principais materiais utilizados na estrutura das escadas:

  • Concreto.
  •  Madeira.
  •  Aço carbono (ferro).
  •  Aço Inoxidável (aço inox).
  •  Alumínio.
  • Alvenaria.

Tipos de escadas mais usados:

  • Marinheiro.  
  • Santos Dumont.
  • Circular.
  • Curva.
  • Helicoidal.
  • Caracol.
  • U “U”
  • Jota “J”.
  • Ele “L”.
  • Reta.

Componentes das escadas:

  • Estrutura.
  • Guarda corpo.
  • Degraus.
  • Corrimão.
  • Piso.
  • Espelho.

Aspectos estéticos de uma escada na arquitetura:

  • Compor e ligar dois ambientes de forma a combinar, uma escada para um ambiente nos dias de hoje, deve ser um elemento de circulação vertical sim, porém, é necessário apresentar design, conforto, segurança e fazer parte do contexto dos ambientes que liga, aspectos que o profissional, “arquiteto ou designer de interiores” o grande criador da obra escolhe de a acordo com o conceito geral do projeto.

A escada é um dos principais elementos de uma edificação com dois ou mais pavimentos:

  • Quando é deixada para analisar depois da estrutura, pode causar surpresas desagradáveis, como por exemplo, falta de espaço adequado, altura das vigas baixas que impedem a passagem por baixo, rebaixo de tetos, entre outros detalhes que podem inviabilizar sua construção no local escolhido, portanto adote critérios para não errar.

A escada é um elemento complexo de uma obra:

  • Quem trabalha ou participa de uma construção, que nunca viu um pedreiro traçar uma escada na parede?
    Sem dúvida, uma escada é um elemento da obra que deve ser solucionado por um especialista, o bom pedreiro sabe muito bem, que a escada tem que ser bem elaborada, e qualquer erro pode por tudo a perder, e ter que refazer todo o trabalho.

Uma escada deve ser traçada com precisão de milímetros:

  • Linhas, muito bem esquadrejadas e aprumadas, caso contrário o pessoal do acabamento irá cobrar bem caro, se acontecer alguma coisa errada, a cobrança será feita para quem começou o trabalho, ou seja meu grande amigo e salvador da pátria o pedreiro, então exija materiais de qualidade e capriche na execução da sua escada, e também consulte um especialista para para não correr riscos desnecessários.