Como evitar os erros mais comuns na construção de escadas?

Como evitar os erros mais comuns na construção de escadas

Evite os erros mais comuns na construção de escadas.

Entenda o que não fazer e observar para ter a melhor escada para o local escolhido.

Degraus, profundidade do piso, local: entenda como proceder da melhor forma ao construir sua estrutura vertical.

A construção de escadas é um prazeroso desafio que proprietários de imóveis, designers e arquitetos buscam para dar um charme especial para o local em que será inserida esta estrutura. Contudo, no momento de construir, alguns erros podem comprometer o bom uso da escada – seja por questões estruturais, arquitetônicas ou de simples usabilidade.

Pensando nisso que a Escadas Especiais, dedicada a fazer consultoria, projetar, fabricar e instalar estas estruturas, traz como evitar os erros mais comuns na construção de escadas – permitindo que você utilize a sua da melhor maneira possível.

1. Preste atenção na altura do degrau

Um erro muito comum na construção de escadas é negligenciar a altura do degrau – fazendo com que alguns fiquem desnivelados. Para isso, você precisará fazer uma conta simples: utilize a altura total da escada e divida pelo número de degraus que você quer colocar ou que seja mais funcional.

seis degraus de escadas mostrando altura dos degraus (espelho)  e largura dos degraus (piso)
altura dos degraus

Por exemplo, se você tem uma escada de dois metros de altura (200 centímetros) e quer colocar 13 degraus nela, faça a divisão: 200/12 = 16,66 centímetros terá cada degrau. Evitar esse erro pode contribuir para a construção efetiva da sua escada.

2. Meça o espaço

Outra questão fundamental que muitos erram é: saber quanto de espaço livre há no local em que a escada será instalada. Isto porque um espaço reduzido pode causar uma inclinação que dificulte a subida e descida, tornando o trajeto um pouco perigoso – quanto mais graus a escada estiver inclinada, maior o risco de acidentes.

Para evitar isso, faça a medição do espaço disponível, a altura entre níveis e a inclinação da estrutura. Se necessário, muitas vezes, a instalação de uma escada caracol, que é verticalizada e fixa através do seu eixo, oferece mais segurança.

3. Contrate profissionais

Em hipótese alguma cometa esse erro bastante comum: chamar qualquer pessoa para fazer a instalação da escada. Isto é perigoso por vários motivos – ela pode ter sua estrutura comprometida, com risco até de desabar e, caso você precise fazer alterações posteriores (como instalação de iluminação e corrimãos), poderá não ter espaço e/ou infraestrutura para isso.

Por isso, procure quem é especialista no assunto para fazer a instalação da sua escada. Lembre-se sempre do ditado: o barato sai caro. E, neste caso, o risco não é apenas monetário – mas, também, de segurança.

4. Atenção à profundidade do piso do degrau

Outra situação que não se pode errar é na profundidade do piso. E, para evitar isso, vamos fazer outra conta simples para achar o valor desta parte da estrutura – pegue duas vezes a altura do piso como no nosso exemplo (16,66 x 2 = 33,32) e subtraia pelo valor de referência de 63 – tendo um total de profundidade aproximado de 29 centímetros.

5. Garanta a rigidez da estrutura da sua escada

Certifique que a estrutura da escada esteja rígida, uma escada deve ser segura e confortável, qualquer vibração, barulho ou rangindo, pode causar mal impressão e insegurança ao transitar pela escada, dê preferência a estruturas que garantam esses aspectos e você terá uma boa experiência ao transitar pela sua escada .

6. Verifique o espaço em volta da sua escada

A escada é um elemento de circulação vertical, e isso exige alguns cuidados com tudo que está em sua volta. Verifique por exemplo que tipo de iluminação o ambiente que contém as escada exigirá em condições e situações de perigo, como por exemplo em apartamentos no caso de falta de energia. A escada em muitos casos não pode ser substituída por elevadores em casos de acesso único.

7. Fique atento aos materiais dos revestimentos dos degraus

Dê preferência as revestimentos dos degraus que não escorregam, apesar de não existir pisos anti derrapantes precisamos garantir a segurança, cuidado com desenhos que deixam quinas ou cantos vivos pois podem causar graves acidentes. A escada pode ser usada como rota de fuga em alguns casos.

8. Escolha corrimãos e guarda corpos adequados

A estética é muito importante, porém precisamos de cuidados e atenção especial para segurança, não é a toa que existem as Normas ABNT, tenho visitado muitos ambientes onde são utilizados vidros de 8 milímetros de espessura para guarda corpos, na minha visão isso é muito perigoso e está totalmente fora de normalização, mas isso não é o mais grave em vista de um acidente que pode ser causado a uma pessoa.

9.Inclua áreas de descanso na sua escada

Em casos onde ha a necessidade de mudança de direção, sempre que possível é importante o uso de descanso “patamares” o que faz o cérebro perceber que ali existe um perigo e assim evita muitos acidentes. Fizemos algumas consultorias em locais de acesso público onde as pessoas estavam caindo porque não existiam descansos nas transições das escadas.

10. Cuidado com a regularização do local onde será instalada a escada

Um dos principais fatores que contribuem com vários prejuízos na construção das escadas é a falta de regularização do local onde será instalada, paredes muito tortas, fora de esquadro, desaprumadas entre outros detalhes que dão a maior dor de cabeça e retrabalhos se não forem levados em consideração.

11. Verifique os pontos de fixação e engaste da sua escada

Para colaborar muito com a construção de uma boa escada deixe os pontos de engaste previstos, em muitos casos isso não é levado em consideração e acaba atrapalhando ou atrasando muito a instalação da escada, além de provocar situações perigosas por falta de atenção de quem está construindo.

12. Avalie a inclinação da sua escada

Nada pior que subir em uma escada com degraus muito altos, isso cansa muito, principalmente pessoas de com idade avançada irão reclamar, pois farão esforços acima do normal para subir escadas com degraus muito altos.

13. Cuidado com as diferenças de alturas dos degraus e pisos de sua escada

Acidentes graves foram causados por falta de segurança nas escadas, um dos principais causadores é a falta de padronização nas alturas e pisadas das escadas. Esses erros fazem as pessoas ficarem muito inseguras ao transitar pelas escadas e fazer tropeçar e cair. Isso acontece porque nosso cérebro não consegue calibrar a altura correta.Diferença de altura dos degraus

14. Estabeleça algum tipo de sinalização na escada

A escada necessita de sinalização principalmente onde ha riscos de acidentes, como por exemplo vigas baixas em relação a área de circulação, erro muito comum encontrado em grande quantidade de obras. O pior é que a falta de previsão acaba sendo um problema sem solução, porque não podemos quebrar uma viga pois é parte estrutural, já vimos muitos acidentes graves e até demolições acidentais pela execução de serviços sem avaliação profissional.

15.Cuidado com obstáculos na altura na área de circulação da escada.

Em vários casos, em visitas técnicas em obras verificamos obstáculos na área de circulação da escada, como por exemplo, vigas, rebaixos de teto entre outros que são necessários porém devem ser considerados. Na hora de construir sua escada recomendo que consulte um profissional da área pois nesse caso, o erro pode inviabilizar toda uma área do seu ambiente ou causar prejuízos irreversíveis em sua construção. Um exemplo são as escadas que tem vigas baixas “abaixo de 1.90” m de altura.

16. Rasgo do vão da laje da escada

Os rasgos da laje são de extrema importância para elaboração de uma escada ótima, tenha um projeto bem definido com dimensões adequadas para evitar os erros mais comuns na construção de escadas, o melhor a fazer nesse caso é consultar um profissional, o rasgo depende de uma série de fatores e dimensões que estão diretamente ligadas e não podem deixar de serem consideradas na hora de construir uma boa escada.

Isto é fundamental para que não surjam problemas posteriores na estrutura da escada como um todo – garantindo segurança e comodidade.

Como evitar os erros mais comuns na construção de escadas? foi elaborado e apareceu primeiro aqui em Escadas Especiais.

No blog da Escada Especiais, empresa especialista no assunto, você confere esse e outros temas para deixar o local que receberá essa estrutura muito mais arrojado. Entre em contato conosco e conheça o amplo portfólio de uma organização referência no segmento.

Como funciona a instalação de uma escada?

Na hora de construir uma casa, um dos elementos que se fazem necessários são as escadas, principalmente se a residência for de dois ou mais pisos. Para quem vai ter o seu próprio imóvel, é importante saber algumas informações deste elemento fundamental em uma construção, além de saber como funciona a instalação de uma escada.

Neste texto, você saberá como é a proporção dos degraus. As medidas padronizadas do comprimento de uma escada, os degraus pré-moldados. Verá também outras questões que envolvem a instalação desta, de forma a melhorar o ambiente de uma residência.

A instalação de uma escada

Para quem vai construir a sua casa, o melhor a se fazer é comprar uma escada pré-fabricada. Elas podem ser de metal ou de concreto, e que já vêm prontas, permitindo assim fácil colocação.

Ficará fácil para o pedreiro fazer a instalação de uma escada, além de que ajuda para que não haja nenhum erro de cálculo entre os degraus. Uma escada de tamanhos diferentes pode ser muito perigosa.

Medidas de uma escada

É extremamente importante que tenha uma proporção entre a profundidade dos degraus com relação a sua altura. A escada terá uma certa inclinação, por sua finalidade para as pessoas subir ou descer de um lugar a outro. O tamanho que proporciona mais conforto em cada degrau é de 18 centímetros, não sendo muito maior ou menor que esta medida.

Existe uma regra para a definição da profundidade de um degrau. O cálculo é, a medida da profundidade do piso, adicionando duas vezes o tamanho da altura do degrau.

O resultado precisa dar o número 63, ou no máximo 64, ou seja, seu piso deve ser igual a 63 menos duas vezes a altura do degrau. Ou seja, duas vezes a altura, de 18, é igual a 36. Assim, 63 menos 36 dá o resultado de 27.

A profundidade para o degrau precisa ser de 27 centímetros. Por meio desta regra, é possível encontrar o tamanho exato de cada degrau para as escadas.

Sobre o cálculo de comprimento da escada, é válido recordar que em todas as escadas, você terá um piso a menos do que o total de alturas. Isso pois o primeiro piso é o chão, que não conta.

Se a escada contar com 20 alturas, você vai ter 19 pisos. Portanto, ao fazer o cálculo da profundidade dos degraus para encontrar o tamanho da escada. Por exemplo, 14 pisos multiplicados pelos 27 centímetros da profundidade resultarão em uma escada de 378 centímetros totais de comprimento.

O melhor revestimento para se aplicar em uma escada

Depois de fazer a instalação de uma escada, é importante saber como será o acabamento final dela.

Na hora de fazer o revestimento, é importante escolher um material bem sólido para garantir o firmamento da escada. Este pode ser de cerâmica, pedra ou madeira. Com este revestimento, é possível corrigir pequenas diferenças que surgir ao longo da obra. O melhor a ser feito é uma escada mais simples, sem curvas.

Para escadas encostadas na parede, é comum que as pessoas a façam o desenho na parede em tamanho natural. Este é um jeito para garantir que tudo ficará no tamanho certo. Finalizado o acabamento na escada, poderá ser feito o mesmo na parede também.

Vai construir? Veja o momento certo para comprar escadas!

Ter uma casa própria, e poder desenvolvê-la do jeito que desejar, é o sonho de muitas pessoas. E se tem algo ainda mais encantador são as residências de dois ou mais pisos, em que os espaços podem ser melhor otimizados, através de níveis diferentes. Entretanto, você sabe quando deve comprar escadas?

Se você pretende construir uma casa, este texto é para lhe ajudar a saber qual é o momento certo para construir uma escada. Importante é saber quantos patamares ela precisa ter, qual a medida ideal para que a pisada das pessoas seja confortável. Não se esqueça de escolher qual o melhor tipo de corrimão, bem como ver qual é o modelo de valor mais acessível.

O que saber antes de comprar escadas

O projeto para a construção de uma escada é elaborado conforme o estilo, o conceito aplicado pelo arquiteto ou designer do imóvel a ser feito, bem como sua utilização. Por exemplo, uma escada de uma casa terá características diferentes se comparadas com escadas presentes em escolas.

Em locais públicos, como casas de festas, bares ou restaurantes, não é comum que sejam adotados os mesmos critérios de dimensionamento para a escada principal, que é utilizada pelos clientes, e para a escada de serviço, que dá acesso ao depósito.

Ou seja, é de responsabilidade do autor do projeto fazer as especificações de altura, inclinação, dimensão dos degraus, material dos corrimãos, aplicação das normas técnicas entre outros. Deve ser levado em conta sempre pensando no usuário final da escada. É fundamental se lembrar disso antes de comprar uma escada.

Um projeto de escadas depende de inúmeros fatores. Isso envolve o os materiais de uma escada e sua composição, o tamanho, e o acabamento. O preço mínimo de uma escada gira em torno dos 3 mil reais.

Qual é a estrutura ideal para a elaboração de uma escada?

As principais estruturas presentes são as de aço carbono “ferro”, madeira, concreto e aço inox “aço inoxidável”. As estruturas feitas de aço inoxidável são as mais caras. Porém, as de concreto pré moldado são avaliadas como as mais baratas. Há também opções alternativas, que podem ser feitas de alvenaria com revestimento em mármore, granito, madeira, borracha e até vidro temperado.

O revestimento dos degraus pode ser feito com granito, madeira, mármore, entre outros elementos. A pintura da escada também tem diversas opções. Ela pode ser feita com látex, ou então com o uso de tinta e resinas acrílicas, voltadas para o concreto. Tudo será feito conforme o ambiente onde a escada for instalada.

Quanto à altura de uma escada, o que é tratado como indicado é que um degrau tenha uma altura equivalente a aproximadamente 17 centímetros com relação ao degrau de baixo. Se referindo à largura, o ideal é que seja acima dos 80 centímetros. E a largura da pisada mais confortável é acima dos 27 centímetros, para isso existem vários cálculos e aplicação de normas para cada caso específico.

Escadas como elemento na decoração de um lar

Na hora de escolher e comprar escadas para a sua casa, lembre-se sempre de selecionar uma que combina com o seu estilo, e com a decoração do lar. Desta maneira, você vai ter um ambiente harmonioso, com a sua escada sendo um elemento a mais para a beleza do local, e, assim, sua casa será muito mais charmosa.

Conheça alguns modelos de escadas que você pode escolher para comprar: Clique Aqui 

Como escolher escadas para sua casa?

A finalidade das escadas é fazer a ligação entre espaços diferentes dentro de uma habitação. Por mais que estas sejam funcionais, é possível escolher escadas com estilos diferentes, devido ao desenho e ao tipo de material utilizado durante a sua fabricação.

Há uma enorme variedade de opções de escadas existentes, para assim escolher o tipo ideal para a sua casa. Escolher escadas é de extrema importância, pois é ela que poderá dar maior valorização para os ambientes, além de proporcionar soluções de qualidade para a organização dos espaços.

Neste texto, você vai ver os tipos de escadas que podem ser feitos dentro de sua casa, de forma que será possível escolher o modelo que mais combina com o seu estilo.

Os modelos de escadas mais comuns

São diversos os modelos de escadas presentes na arquitetura atual. Elas podem ser de um lance, com guarda-copos, em um formato de “L” ou “U”, formato de caracol, entre outros. A escolha ideal será com a escada que melhor for adaptada para o seu espaço. No entanto, vale ressaltar que as escadas com guarda-copos são as que possuem uma necessidade de espaço maior no interior da casa.

Nos interiores das residências, as escadas em formato de “L” são as mais comuns. Isso acontece porque este modelo ajuda na decoração da parede lateral onde se localizam. Estas escadas podem ser desenhadas em obras, e com diferentes revestimentos dos que são elaborados nos demais espaços da casa. É isso o que dá a personalidade da escada.

Já as escadas caracol são mais úteis em apartamentos ou sobrados pequenos. Elas ocupam espaços menores. O seu formato em curvas define beleza, deixando mais atrativos todos os espaços.

É essencial manter a sua estrutura limpa e elegante, de forma a proporcionar uma valorização melhor da residência. Estes degraus precisam ser distribuídos com muito cuidado, isso devido ao seu tamanho reduzido. Ao escolher escadas nesse estilo, o acesso a este tipo necessita de cuidados redobrados.

Quais os melhores materiais para uma escada?

Há uma enorme variedade de materiais que podem desenhar uma escada. Entre eles, estão o concreto, a madeira, o aço, o ferro, e até o vidro. Escadas desenhadas com o cimento são revestidas com cerâmica ou porcelanato, através de estilos e cores que se diferenciam do que é utilizado nos demais espaços da casa.

Você também pode escolher degraus feitos de vidro temperado, ou utilizar materiais mais presentes em construções, como ferro e madeira. Isso vai depender do estilo decorativo que deseja utilizar em seu lar.

As escadas desenhadas com madeira são fabricadas por carpinteiros, que permitem a segurança e a funcionalidade estrutural. Ter a opção de criar soluções feitas sob medida é de extremo valor para que o espaço disponível seja utilizado da melhor forma possível.

Escolher escadas que combinam com seu estilo

Na hora de escolher a sua escada, é importante definir qual é o modelo que é mais a sua cara. Assim, você estará com a sua residência bem decorada, e o espaço de ligação entre duas partes será um charme a mais na beleza de seu lar.

Como transformar sua escada em uma obra de arte em sua casa?

A arquitetura e o design de interiores têm se tornado cada vez mais unidos na hora de decorar uma residência ou escritório. Atualmente, um simples apetrecho básico de uma casa, pode virar uma linda peça decorativa. É o caso das escadas, que podem ser customizadas com diversas técnicas artesanais.

Tais técnicas conseguem mudar todo um ambiente. Mudar a cor, alterar a textura ou adicionar um simples enfeite ou detalhe numa escada pode alterar toda a dinâmica do ambiente. Caso você tenha uma escada em um escritório, por exemplo, pintar a escada com tons escuros podem dar um ar de formalidade, ou até mesmo para ambientes mais descontraídos, inserir alguns elementos divertidos na escada pode dar o tom que os profissionais desejam passar para seus clientes.

Já nas residências, essa mesma regra se aplica. A customização deve ser feita de acordo com o perfil de cada pessoa e residência, e com a mensagem que você quer passar com essa ferramenta decorativa.

Tendências mais usadas

Uma das tendências mais aplicadas atualmente é a decoração dos espelhos da escada (área retangular que fica entre cada degrau). Diversas estampas agora podem compor esses espaços, que antes ficavam vazios, a fim de dar um aspecto artístico para quem está subindo os degraus.

Podem ser aplicados desenhos, cores diferentes ou iguais em cada espelho, formas, figuras, listras, entre tantos outros formatos de decoração que combine mais com o local e com a sua personalidade.

É importante observar antes de realizar esse tipo de personalização, qual é o tipo de material que sua escada é feita para fazer a escolha correta da tinta, e para realizar os procedimentos necessários para o cuidado com o material. No caso de escadas em madeira, por exemplo, é preciso, primeiramente, lixar para remover todas as imperfeições e resíduos da escada para só depois aplicar a tinta. Para esses casos, o mais recomendável é utilizar uma tinta de esmalte sintético ou acrílica.

Já para as escadas de concreto, deve-se passar um primer antes de realizar a pintura, para ajudar a tinta a aderir na escada. Neste caso, a tinta látex é a mais recomendada.

Para não se preocupar com tantos detalhes, muitas pessoas acabam optando por preencher essa área com adesivos decorativos, o que é mais rápido, limpo, fácil e econômico, já que não é necessário comprar outros materiais.

Além disso, as diversas opções de estampas tornam-se um atrativo para a escolha dos adesivos. O uso da técnica de “stêncil” (molde vazado com desenhos), também pode ser aplicado com o uso de tinta ou spray. Outro material não tão utilizado é o azulejo, que dá um trabalho maior na aplicação.

Não somente os espelhos dos degraus, mas também todo o degrau pode ser pintado de maneira diferente. Dando uma outra cara ao ambiente, pintar todo o degrau é uma alternativa criativa (podendo ser no mesmo tom, ou até mesmo cada degrau de uma cor), mas que requer a aplicação de verniz no final da pintura, em toda a área que será pisoteada.

Quer ter mais ideias? Acesse o nosso portfólio e entre em contato com a nossa equipe.

Por que ter escadas interiores modernas?

Muitas vezes pensamos em objetos dentro da nossa casa apenas sendo aquilo que são. Mas hoje em dia esses objetos ganharam uma nova roupagem e elas servem para outros propósitos, como é o caso das escadas interiores modernas.

As escadas normalmente são vistas apenas como um meio de subir ou descer entre um ambiente e outro. Mas atualmente a escada ganhou um novo propósito e serve para diversas coisas, inclusive como uma forma de decoração.

É por esse motivo que muitas pessoas estão optando pelas escadas interiores modernas. A escada pode ser usada como um item bonito e moderno de decoração. Assim, você consegue pregar mais de uma função a um item que precisa ser instalado na sua casa.

Gostou da ideia? Que bom! Abaixo, apresentamos algumas ideias de escadas interiores modernas e por que você deve escolhê-las.

Por que ter escadas interiores modernas

1 – Elegância em ambientes escuros

Hoje em dia, é muito comum as pessoas escolherem tons escuros para alguns ambientes da casa. Esse tom escuro combina muito bem com escadas interiores modernas e ainda dá um ar super elegante ao ambiente.

Você ainda pode casar esse tom escuro das paredes ou dos móveis com alguns detalhes luminosos na própria escada ou nas luminárias do local.

2 – Iluminação

E por que não usar suas escadas interiores modernas como uma forma de iluminar mais o ambiente? Você pode usar a escada para deixar o local ainda mais iluminado e ainda dar um contraste bem legal para o ambiente, ainda mais se você utilizar a cor preta na escada, que dá profundidade ao espaço.

3 – Estilo Industrial

Tem gente que adora escada de metal, esse estilo dar um ar mais industrial ao ambiente. Esse estilo dá uma identidade única ao ambiente escolhido. Não esqueça de contrastar o estilo da escada com o restante do ambiente, dando mais beleza ao local. A escada ainda pode levar vidro, deixando ela ainda mais charmosa.

4 – Flutuante

E se você é do tipo que gosta de brincar com os itens de decoração da sua casa, você pode escolher entre as escadas interiores modernas a escada flutuante. Ela não está, literalmente, flutuando, o fato dela ser chumbada na parede dá essa sensação de flutuação para quem olha de longe.

Para casas que tem vegetação dentro do ambiente é legal optar por uma escada de madeira, mas você também pode escolher outros materiais. Lembre-se que é importante combiná-la com os outros itens do ambiente.

5 – Escada caracol

E como falar das escadas modernas sem falar das escadas de caracol. Além de ser uma escada super moderna e estilosa, esse tipo de escada permite que você aproveite mais espaço. Principalmente se o local onde a escada foi instalada é um local com pouco espaço.

Você pode fazer uma brincadeira e fazer com que a escada de uma sensação de se fundir com o teto da sua casa. Mais uma vez brincando com a realidade do item decorativo.

Agora é só escolher o seu estilo de escada preferido para decorar sua sala ou qualquer outro ambiente da sua casa.

5 modelos de escadas personalizadas para te inspirar

As escadas personalizadas são boas escolhas para integrar projetos de interiores que aliam funcionalidade e estética, sem abrir mão de aspectos fundamentais no dia a dia, como conforto, beleza, resistência e boa relação custo-benefício.

Decorar um ambiente considerando a escada como um elemento realmente importante do décor, alinhado aos demais detalhes da decoração, como revestimento de pisos, paredes e mobiliário, é tornar o espaço convidativo, aconchegante e exclusivo.

Assim como você escolhe a cor, a textura e o tamanho dos demais materiais de construção e acabamento, é recomendável escolher também ho tipo, modelo e demais características da escada, que é um item muito marcante no ambiente.

Separamos alguns modelos de escada para te inspirar a escolher a sua.

Escadas personalizadas para circulação vertical

Uma escada personalizada se difere de uma escada padrão devido às suas dimensões e à forma de execução do projeto, ou seja, qualquer modelo ou formato de escada pode ser uma escada personalizada, desde que a ela seja desenvolvida especialmente conforme as necessidades específicas de cada projeto.

A personalização é solução para espaços que precisam de escadas mais largas, mais estreitas, mais curtas ou mais compridas do que o padrão vendido no mercado.

Geralmente, uma escada padrão é de concreto pré-moldado, de alvenaria ou modular, já uma escada personalizada pode ser feita com estes mesmos materiais e técnicas ou outros, como vidroaço inoxaço carbono, pedra e madeira, entre outros.

Uma escada personalizada pode ter patamar ou não, pode ter degraus vazados ou flutuantes, pode conter guarda corpo e ou corrimão, ou não, conforme as necessidades dos usuários e as características do ambiente. São muitas as possibilidades de personalização de uma escada.

1. Escada reta

A escada reta é um coringa na circulação vertical para quem precisa solucionar a integração de ambientes, mas não dispõe de muito espaço.

Modelo de Escada Reta, com degraus suspensos de madeira, sem guarda corpo e corrimão.

2. Escada curva

As escadas curvas, também chamadas de semi-espirais, podem ter formas variadas, mas, geralmente, são ascendentes em uma curva que vai se alargando a cada degrau. Geralmente, elas têm tem o diâmetro central mais aberto do que a escada caracol, tornado os degraus mais largos e o espaço da pisada maior.

Modelo de Escada Curva, com degraus, corrimão e guarda corpo com grades de madeira.

3. Escada em U

Também chamada de escada em meia-volta, as escadas tipo U são compostas por dois lances paralelos e um patamar intermediário, lembrando o formato da letra U.

Escada personalizada tipo U

Modelo de Escada Tipo U com degraus vazados, patamar e corrimão em madeira, com guarda corpo de metal “aço carbono”.

4. Escada caracol

Também chamada de helicoidal ou espiral, a escada caracol tem um efeito estético impressionante, no entanto, ela não é a melhor escolha do ponto de vista ergonômico, pois seus degraus são afunilados em torno do eixo central, dificultando a sua utilização. Indicada para locais com pouco tráfego de pessoas.

5. Escada em L

A escala em L é construída para que a mudança de direção seja em um ângulo de 90º, permitindo assim melhor aproveitamento do espaço, já que a área embaixo da escada pode ser utilizada para construção de um lavado ou armário, por exemplo.

Independentemente do modelo da escada, ela pode ser um item apenas funcional no projeto de interiores ou pode ser um elemento de decoração para atribuir charme, personalidade e elegância ao ambiente. Qual é o tipo de escada que você quer ter na sua casa?

Gostou desse artigo com dicas de modelos de escadas personalizadas para te inspirar? Já imaginou qual é o melhor tipo, modelo e material da escada que melhor se adéqua ao seu projeto?

Consulte a equipe Escadas Especiais e descubra as possibilidades para valorizar seus ambientes com escadas personalizadas que agregam arte, design, engenharia e tecnologia!

Entenda o processo de desenvolver uma escada

Uma escada personalizada é um item funcional, que agrega estilo e beleza ao design de interiores, de acordo com as características e necessidades de cada projeto.

Esta personalização só é possível, a partir da análise criteriosa que deve ser realizada pelos envolvidos na construção e na instalação da mesma. Esta análise tem o objetivo de avaliar a viabilidade da escada, de acordo com as normas de ergonomia e segurança vigentes, além de identificar as melhores técnicas e materiais para o projeto, de acordo com as boas práticas arquitetônicas.

Quer incluir uma escada diferenciada no seu projeto de interiores? Antes de contratar um fornecedor, entenda como este elemento é criado e certifique-se de que você está fazendo a escolha da equipe certa.

Entenda o uso da engenharia e tecnologia por trás do projeto escada

A necessidade de construir uma escada pode surgir junto com a construção do imóvel, ou só depois dele pronto, nos casos de reforma e ou ampliação. Dadas as diferentes circunstâncias em que uma escada pode “entrar” na planta do imóvel, nem sempre é possível contar com o cenário perfeito, que é partir de um projeto profissional elaborado por um arquiteto ou designer de interiores.

Veja as diferentes maneiras como o processo de desenvolvimento de uma escada personalizada pode começar:

  • Quando o cliente tem suporte de um profissional de interiores;
  • Quando o cliente não tem suporte de um profissional de interiores.

Quando o cliente tem suporte de um profissional de interiores

A partir do briefing e do projeto de arquitetura do cliente é desenvolvido um projeto básico em 3D. Eventualmente, na fase de aprovação do projeto, podem ser feitos ajustes de acordo com as solicitações do cliente.

Com base no projeto 3D aprovado, são realizados os estudos necessários, para avaliar a viabilidade técnica do projeto e encontrar as melhores soluções para desenvolver a escada que o cliente deseja, dentro das boas práticas de engenharia e arquitetura.

Com bases teóricas, conhecimento e recursos de tecnologia são analisados fatores, como:

  1. Conceito do projeto;
  2. Adequação e resistência de materiais;
  3. Estrutura;
  4. Revestimentos;
  5. Conforto;
  6. Segurança;
  7. Circulação;
  8. Integração com outros componentes.

Após a aprovação dos estudos iniciais, é elaborado um projeto executivo, contendo a lista de compras dos materiais necessários para fabricação e instalação da escada personalizada. Esta lista é a recomendação oficial dos itens adequados para garantir a segurança e a durabilidade da mesma.

Quando o cliente não tem suporte de um profissional de interiores

Quando não há um projeto elaborado por um profissional de interiores, o início do processo de desenvolvimento da escada personalizada é um pouco diferente.

A partir do briefing do cliente, é feito um levantamento técnico a fim de entender as necessidades do projeto.

Essa avaliação prévia é feita com base em fotos e também em um esboço com as dimensões do local onde ela será instalada. Caso seja necessário validar estas informações, deve ser feita uma visita técnica para medição no local da instalação.

Com estas informações em mãos, é desenvolvido o projeto básico em 3D. A partir de então, o processo de criação segue o fluxo normal que é: aprovação do projeto 3D e ajustes, se necessário, seguidos de estudos técnicos e elaboração do projeto executivo.

Conheça as fases do projeto

Seguindo as etapas de criação de uma escada personalizada, após a compra dos materiais listados no projeto executivo, a equipe técnica fica responsável pelo recebimento e a conferência destes itens.

Após o recebimento dos materiais, acontecem as seguintes fases:

  1. Fabricação dos elementos da escada personalizada;
  2. Pré-montagem;
  3. Preparo para o transporte do produto;
  4. Preparação do local de instalação;
  5. Instalação;
  6. Acabamento.

O projeto de desenvolvimento de uma escada personalizada é mais complexo e completo do que as escadas padronizadas que seguem um padrão básico. No entanto, o resultado final é muito mais interessante visualmente e você terá em casa uma obra única.

Se o seu projeto inclui uma escada caracol, de vidro, tipo L, tipo J, Tipo U, circular, helicoidal ou outros modelos de escadas personalizadas, procure uma empresa que ofereça análise criativa e processo técnico adequado para desenvolver a escada que você precisa, com qualidade e segurança.

Agora que você já sabe como uma escada é criada, tire o seu projeto do papel. Faça um orçamento da sua escada com a equipe Escadas Especiais. Confira nosso portfólio

Desafios para se construir uma escada

Hoje em dia, um dos principais desafios para construir uma escada é sem dúvida o Espaço “Dimensão“ que está diretamente ligado aos recursos financeiros ou verba disponível em relação ao custo total da obra.

Portanto, é importante pensar na escada logo no início do projeto da edificação, ou melhor, em qual é o espaço que eu preciso para a escada na minha obra? Além disso, vale a pena ficar atento a alguns pontos importantes durante este processo. Confira quais são eles a seguir:

Qual o tempo de execução de uma escada?

Outro desafio importante é o tempo de execução da escada e o momento no cronograma que será a instalação, que além de estar diretamente ligado aos recursos financeiros, pode causar prejuízos incalculáveis para o cliente e a todos os envolvidos na obra. Especialmente se a escada não for executada no tempo certo, o que pode atrasar e muito o cronograma.

Um bom caso para usarmos de exemplo, é quando a escada é a única forma circulação no local, fato que ocorre em muitas obras de apartamentos e de alguns edifícios. Então devemos pensar em qual é o tempo necessário para a execução e em qual momento do cronograma será instalada a escada nesta obra?

E claro, sempre que possível, que estes prazos sejam seguidos à risca.

Qual é o tipo e o modelo de escada adequado para minha obra?

Um terceiro desafio para se construir uma escada é a escolha do tipo e modelo. Este, geralmente leva um bom tempo, pois tem que ser aprovado por todos que estão envolvidos nas decisões da obra: o Arquiteto, o Engenheiro e os Clientes.

Neste caso, vários fatores deixam dúvidas e precisam estar muito bem esclarecidos. São questões como conforto, segurança, composição em relação aos dois ambientes que a escada conecta (pois trata-se de uma integração), iluminação, design entre outros aspectos.

Vale lembrar que nesse momento a escada pode se tornar um elemento principal de sucesso ou de fracasso da obra, pois se não for estabelecido e acertado, com certeza irá gerar atrasos e prejuízos consideráveis – além de um aspecto feio.

Por isso, precisamos saber antecipadamente qual é o tipo e o modelo que vai ser utilizado naquela obra.

Qual conceito devo seguir e quais as verificações importantes ao projetar minha escada?

Hoje em nosso dia a dia, estamos utilizando conceitos limpos para projetar. Desenvolver um projeto com os mínimos detalhes, ou pelo menos que esses detalhes não tenham tanta influência na estética, são também grandes desafios neste tipo de obra.

Talvez pequenas mudanças em alguns ângulos podem causar efeitos interessantes e transformar uma escada em uma obra de arte. Tome cuidado apenas para não esquecer de todos os elementos principais desta obra, como por exemplo a resistência dos degraus, guarda corpos e corrimão – tudo deve estar rígido de forma a suportar um esforço de pelo menos 150 N, conforme a Norma Técnica.

Falando em Norma Técnica, sempre se baseie nela:

  • Evite cantos vivos;
  • Tenha cuidado com a composição dos degraus em relação a suas alturas;
  • Tenha cuidado com vigas que estão interferindo no espaço de circulação das escadas;
  • E atenção com as larguras mínimas necessárias;

Estes são alguns dos fatores que costumam inviabilizar alguns tipos e modelos.

Quais os aspectos devem ser verificados antes da construção?

Construir uma escada boa, confortável e segura, é um dos grandes desafios em todos os tipos de obras, por isso deve ser dada uma atenção especial em todos os aspectos, do projeto a execução final, existem muitos recursos a serem utilizados, simulações, cálculos, ensaios, entre outros.

Porém, só isso não resolve. Se você não tiver à frente da execução um profissional ou uma empresa experiente o projeto pode não ter um resultado bom. Afinal, nada substitui o conhecimento e o processo avançado de quem entende do assunto.

E então, o que achou dos tópicos abordados neste artigo? Se você está pensando em construir uma escada personalizada, com muita qualidade e alto padrão, entre em contato conosco

Desafios para construir escada

Hoje em dia, um dos principais desafios para construir uma escada é sem dúvida o Espaço “Dimensão“, que está diretamente ligado aos recursos financeiros ou verba disponível em relação ao custo total da obra. Portanto é importante pensar na escada no início do projeto da edificação, qual é o espaço que eu preciso para a escada na minha obra?

Qual o tempo de execução da escada?

Outro desafio importante é o tempo de execução da escada, e o momento no cronograma que será a instalação, que além de estar diretamente ligado aos recursos financeiros, pode causar prejuízos incalculáveis para o cliente e a todos os envolvidos na obra, se a escada não for executada no tempo certo, pois pode atrasar e muito o cronograma. Um grande exemplo, é quando a escada é a unica forma circulação no local, fato que ocorre em muitas obras de apartamentos e de alguns edifícios. Então devemos pensar em qual é o tempo necessário para a execução, e em qual momento do cronograma será instalada a escada da minha obra ?

Qual é o tipo e o modelo de escada adequado para minha obra?

Um terceiro desafio para se construir uma escada é a escolha do tipo e modelo da escada, este geralmente leva um bom tempo, pois tem que ser aprovado por todos que estão envolvidos nas decisões da obra, o Arquiteto, o Engenheiro e os Clientes, e vários fatores deixam dúvidas e precisam estar muito bem esclarecidos, são questões como confortosegurançacomposição em relação aos dois ambientes que a escada conecta, pois trata-se de uma integração, iluminaçãodesign entre outros aspectos, nesse momento a escada pode se tornar um elemento principal de sucesso ou de fracasso da obra, pois se não for estabelecido e acertado, com certeza irá gerar atrasos e prejuízos consideráveis. Precisamos saber antecipadamente, qual é o tipo e o modelo de escada que vou utilizar em minha obra ?

Escada helicoidal de aço inox

Qual conceito devo seguir e quais as verificações importantes ao projetar minha escada?

Hoje em nosso dia a dia, estamos utilizando conceitos limpos para projetar. Desenvolver um projeto com os mínimos detalhes, ou pelo menos que esses detalhes não tenham tanta influência na estética, são também grandes desafios, talvez pequenas mudanças em alguns ângulos, podem causar efeitos interessantes e tornar a sua escada em uma obra de arte, tome cuidado para não esquecer de todos os elementos principais da escada, como por exemplo a resistência dos degrausguarda corpos e corrimãos, tudo deve estar rígido de forma a suportar um esforço de pelo menos 150 N, conforme a Norma Técnica, sempre se baseie nela, evite cantos vivoscuidado com a composição dos degraus em relação a suas alturascuidado com vigas que estão interferindo no espaço de circulação das escadascuidado com as larguras mínimas necessárias, estes são alguns dos fatores que costumam inviabilizar alguns tipos e modelos.

Escada Curva

Quais os aspectos devem ser verificados antes de construir uma escada?

Construir uma escada boa, confortável e segura, é um dos grandes desafios em todos os tipos de obras, por isso deve ser dada uma atenção especial em todos os aspectos, do projeto a execução final, existem muitos recursos a serem utilizados, simulaçõescálculosensaios e etc., porém só isso não resolve, se não tiver a frente da execução um profissional experiente, nada substitui o conhecimento e o processo avançado da mente humana.

Simulação de uma escada

Gostou das dicas?

Envie seu projeto para consultoria@escadaespeciais.com

Ou entre em contato por what’s App em 11 96100 9796