Temos satisfação em poder te atender, ficamos felizes que você está interagindo conosco...

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Saber como calcular a altura perfeita dos degraus de uma escada é essencial para a realização de uma construção e ou fabricação, seja ela residencial ou comercial. Independentemente do tamanho da escada, esse tipo de análise deve ser calculada com muita precisão.

Antes de deixar claro quais são os cálculos que devem ser realizados e em que devem ser baseados, conhecer os elementos que compõe uma escada é até mais importante do que saber o cálculo em si.

O piso é a própria superfície onde pisamos, chamado de degrau; o espelho é o espaço entre cada degrau; patamar é a superfície com maior extensão, que serve para descanso na subida entre os blocos de degraus. Não são todas as escadas que possuem; guarda-corpo é um elemento vertical utilizado para proteger as pessoas para não caírem na escada; e por último o corrimão que auxilia na subida e descida, dando apoio para o corpo (recomendado em todo o tipo de escada).

Normas brasileiras

Duas normas brasileiras geralmente são usadas como base para as recomendações de construção de uma escada. São elas as NBRS 9070 e

Diferença de altura dos degraus

Diferença de altura dos degraus

9050. Esta última que estabelece a norma brasileira de Acessibilidade a Edificações, Mobiliário, Espaços e Equipamentos Urbanos, define que escadas e degraus isolados devem ter pisos e espelhos com as seguintes dimensões, além de corrimão e sinalização:

O bocel (borda saliente do degrau sobre o espelho da escada): deve ter no máximo 1,5cm; altura do degrau (espelho): de 16 a 18 cm; piso (degrau propriamente dito): de 28 a 32 cm; e o dimensionamento dos degraus da escada deve manter o seguinte cálculo: 0,63 m ≤ p + 2e≤ 0,65 m.

Já a norma 9070 estabelece parâmetros para que os usuários consigam sair do edifício com segurança no caso de um incêndio, permitindo o fácil acesso ao ambiente externo através de escadas e define que: o bocel: não pode ser inferior a 1,5cm; a altura do degrau (espelho): entre 16 e 18cm, com tolerância de 0,05cm; e a largura (piso) seguindo a Fórmula de Blondel: 63 cm ≤ (2e+ p) ≤64 cm.

Segundo o Corpo de Bombeiros, o piso de uma escada deve ser maior ou igual a 25 cm. Em alguns estados no mínimo 28 cm, e o espelho tem uma altura entre 16 cm a 18 cm.

Fórmula de Blondel

Essa fórmula mencionada acima é a responsável pelo conforto proporcionado na hora de subir e descer uma escada. Com uso dessa fórmula é possível evitar aquela sensação de estar subindo degraus enormes ou descendo degraus minúsculos. Essa fórmula estabelece uma relação favorável entre as dimensões do piso e do espelho. A leitura correta da fórmula é: a soma de dois espelhos mais um piso é maior que 63 cm e menor que 64 cm.

Cálculo de pisos e espelhos

A quantidade de pisos e espelhos (E) da escada deve ser feito de acordo com a altura piso a piso (H). Para saber quantos espelhos usa-se essa fórmula: Num. E = H/E. Já para saber o número de pisos: Num. P = Num. E – 1.

Como calcular a altura perfeita dos degraus de uma escada? apareceu aqui primeiro em Escadas Especiais.

Se você tem dúvidas sobre o seu projeto ou execução da sua escada, consulte um de nossos especialistas que terão satisfação em poder atende-lo, preencha o formulário a baixo que entraremos em contato.

Logo Escadas Especiais

Logotipo escadas especiais

Como calcular a altura perfeita dos degraus de uma escada?

Como calcular a altura perfeita dos degraus de uma escada?