Escada pode ser parte decoração da sua casa

Quando você pensa em decoração para casa, o que lhe vem à cabeça? Aposto que quadros, vasos, até mesas lhe vem à cabeça como objeto de decoração. Mas você já pensou naquela sua escada para o segundo andar da sua residência ou para a lavanderia como um objeto de decoração?

Muita gente vai responder que não, o que é compreensível, porque muita gente só pensa na sua função em si: um objeto que te permite descer e subir para um ambiente. Mas acontece que a escada virou muito mais que um ponte para te levar a outros ambientes da sua casa.

Hoje a própria é vista como um objeto de decoração. E por que não? Ela tem tanto espaço e acaba também ocupando tanto espaço dentro de um ambiente… por que não usá-la como uma forma de deixar o ambiente ainda mais legal?

Gostou da ideia? Ótimo, então continue com a gente que daremos algumas dicas de como transformar sua escadacomo parte da decoração da sua casa.

Como transformar a escada parte da decoração

1 – Modelos que desafiam a física

Normalmente estamos acostumados com design de concretos e retas. Mas, que tal desafiar a física e optar por um modelo que deixe sua decoração‘’diferentona’’? Ao invés de optar por uma escada de uma única direção, você pode optar por uma que brinca um pouco com o design.

O modelo em questão sobe até a parede e termina, mais em cima a escada começa na parede e te leva a o outro ambiente. É muito legal e sai do modelo padrão.

2 – Para agradar as crianças e a criança que existe dentro de você

E por que não aproveitar os degraus e torná-los um brinquedo para seus filhos e para você, porque não? Você pode fazer, ao lado, um escorregador. Assim, quanto tiver preguiça de descer, você pode optar pela descida mais divertida, além de ser um brinquedo para seus filhos.

3 – Muito além de uma escada

Uma opção decorativa é você utilizar o degrau para outras funções. Você pode transformar um dos degraus num tipo de bancada que tome toda a parede, por exemplo.

Além disso, esse degrau pode ser diferente dos outros, para dar um destaque de propósito para ele. Além de tornar a escada mais que um simples acesso ao segundo andar.

4 – Encaixe irregular

Você também pode usar sua escada para dar sensação de movimento ao ambiente em questão, essa sensação pode ser integrada com a parede de fundo onde está localizada.

5 – Escadas de dois materiais diferentes

Você também pode brincar com os materiais. Você pode optar por uma escada de madeira, que tem áreas vazadas onde você pode colocar seus livros e ela é encaixada no local.

Conheça a elegância das escadas de madeira agora mesmo! 

A segunda é de metal chumbada à parede, que dá a sensação que a escada está flutuando. Mais uma vez, você usa ela para mais de uma opção, assim você muda o ambiente e ainda brinca com esse item tão comum que ganhou uma nova roupagem dentro de casa.

O papel da escada na decoração

A escada é um elemento multifuncional nos projetos arquitetônicos. Além de ser um recurso para a integração de ambientes em imóveis com mais de um pavimento, a escada, sem dúvida, influencia na composição do décor.

A escada personalizada é um recurso para solucionar necessidades específicas de projetos com plantas diferenciadas, que muitas vezes exigem produtos com dimensões não disponíveis no mercado. Estes modelos são verdadeiros curingas no home décor, pois, além de se encaixarem perfeitamente nas características do projeto, oferecem inúmeras possibilidades de customização no visual, contribui para um ambiente mais harmonioso.

Descubra maneiras de incluir a escada no seu projeto de interiores, sem abrir mão da beleza do ambiente.

Definindo o tipo de escada personalizada

Entre outros, a decoração tem o papel de colaborar para o melhor aproveitamento e percepção do espaço dentro de um imóvel. Quando a escada é pensada como um dos elementos do design de interiores, o tipo de escada escolhido costuma valorizar o projeto.

Entre os diversos tipos e modelos de escada disponíveis no mercado, alguns caem perfeitamente bem em determinados ambientes.

Para ambientes estreitos, a escada reta é uma boa opção. É um tipo mais simples de escada, mas que pode ganhar toques de sofisticação, dependendo do material utilizado.

A escada helicoidal, também chamada de caracol, é recomendada especialmente para locais pequenos. Prática e funcional, a instalação deste tipo de escada não exige muito espaço.

As escadas em L e em U exigem um pouco mais de espaço no ambiente, pois são tipos de escada que contêm patamar. No entanto, esse tipo de escada também permite que a área abaixo dela seja aproveitada para outras funções. Pode ser um espaço decorativo, com jardim interno, ou um lugar funcional, com a instalação de um armário, por exemplo.

Escolhendo o material

Com a evolução da tecnologia no design de interiores, o desenvolvimento de novos materiais e o surgimento de técnicas cada vez mais avançadas nos processos de engenharia e arquitetura, atualmente, as escadas personalizadas podem ser feitas de diferentes materiais.

A escolha do material mais adequado para cada escada deve ser feita levando em conta o tipo desejado e também alguns aspectos fundamentais, como a resistência e durabilidade do material quando submetido ao local e ao uso para os quais a escada será destinada.

Por exemplo, escadas que receberão circulação de um número maior de pessoas, suportando uma carga maior com frequência, devem ser elaboradas com materiais apropriados para garantir a segurança dos usuários, evitar o desgaste precoce e, ainda assim, não prejudicar a sua aparência.

A escolha de materiais para a construção de escadas que ficarão expostas às condições climáticas, como vento, orvalho, chuva e maresia também exigem alguns cuidados.

Para além das questões técnicas, a empresa fornecedora da escada poderá auxiliar o cliente a optar pelo melhor material para o tipo de escada desejada para o seu projeto, considerando a identidade visual do local e as opções de materiais disponíveis no mercado, como aço carbonoaço inox,  madeira e vidro, entre outros.

Incluindo o elemento na decoração

A escada é tão importante na decoração, que é preciso estudar a planta e entender as características do espaço, considerando as particularidades do ambiente, como localização de colunas, portas e janelas, sem perder de vista o estilo do projeto e o gosto dos moradores ou usuários do espaço. Nesta equação, até mesmo o mobiliário deve ser pensado para não desvalorizar a escada no ambiente.

Assim como as esquadrias e os revestimentos de pisos e paredes compõem o visual do lugar, a escada é um dos elementos responsáveis pelo resultado final da decoração.

Gostou desse artigo sobre o papel da escada na decoração?

Fale com os especialistas da Escadas Especiais e descubra qual é a melhor opção para a decoração a sua casa.

Entenda o processo de desenvolver uma escada

Uma escada personalizada é um item funcional, que agrega estilo e beleza ao design de interiores, de acordo com as características e necessidades de cada projeto.

Esta personalização só é possível, a partir da análise criteriosa que deve ser realizada pelos envolvidos na construção e na instalação da mesma. Esta análise tem o objetivo de avaliar a viabilidade da escada, de acordo com as normas de ergonomia e segurança vigentes, além de identificar as melhores técnicas e materiais para o projeto, de acordo com as boas práticas arquitetônicas.

Quer incluir uma escada diferenciada no seu projeto de interiores? Antes de contratar um fornecedor, entenda como este elemento é criado e certifique-se de que você está fazendo a escolha da equipe certa.

Entenda o uso da engenharia e tecnologia por trás do projeto escada

A necessidade de construir uma escada pode surgir junto com a construção do imóvel, ou só depois dele pronto, nos casos de reforma e ou ampliação. Dadas as diferentes circunstâncias em que uma escada pode “entrar” na planta do imóvel, nem sempre é possível contar com o cenário perfeito, que é partir de um projeto profissional elaborado por um arquiteto ou designer de interiores.

Veja as diferentes maneiras como o processo de desenvolvimento de uma escada personalizada pode começar:

  • Quando o cliente tem suporte de um profissional de interiores;
  • Quando o cliente não tem suporte de um profissional de interiores.

Quando o cliente tem suporte de um profissional de interiores

A partir do briefing e do projeto de arquitetura do cliente é desenvolvido um projeto básico em 3D. Eventualmente, na fase de aprovação do projeto, podem ser feitos ajustes de acordo com as solicitações do cliente.

Com base no projeto 3D aprovado, são realizados os estudos necessários, para avaliar a viabilidade técnica do projeto e encontrar as melhores soluções para desenvolver a escada que o cliente deseja, dentro das boas práticas de engenharia e arquitetura.

Com bases teóricas, conhecimento e recursos de tecnologia são analisados fatores, como:

  1. Conceito do projeto;
  2. Adequação e resistência de materiais;
  3. Estrutura;
  4. Revestimentos;
  5. Conforto;
  6. Segurança;
  7. Circulação;
  8. Integração com outros componentes.

Após a aprovação dos estudos iniciais, é elaborado um projeto executivo, contendo a lista de compras dos materiais necessários para fabricação e instalação da escada personalizada. Esta lista é a recomendação oficial dos itens adequados para garantir a segurança e a durabilidade da mesma.

Quando o cliente não tem suporte de um profissional de interiores

Quando não há um projeto elaborado por um profissional de interiores, o início do processo de desenvolvimento da escada personalizada é um pouco diferente.

A partir do briefing do cliente, é feito um levantamento técnico a fim de entender as necessidades do projeto.

Essa avaliação prévia é feita com base em fotos e também em um esboço com as dimensões do local onde ela será instalada. Caso seja necessário validar estas informações, deve ser feita uma visita técnica para medição no local da instalação.

Com estas informações em mãos, é desenvolvido o projeto básico em 3D. A partir de então, o processo de criação segue o fluxo normal que é: aprovação do projeto 3D e ajustes, se necessário, seguidos de estudos técnicos e elaboração do projeto executivo.

Conheça as fases do projeto

Seguindo as etapas de criação de uma escada personalizada, após a compra dos materiais listados no projeto executivo, a equipe técnica fica responsável pelo recebimento e a conferência destes itens.

Após o recebimento dos materiais, acontecem as seguintes fases:

  1. Fabricação dos elementos da escada personalizada;
  2. Pré-montagem;
  3. Preparo para o transporte do produto;
  4. Preparação do local de instalação;
  5. Instalação;
  6. Acabamento.

O projeto de desenvolvimento de uma escada personalizada é mais complexo e completo do que as escadas padronizadas que seguem um padrão básico. No entanto, o resultado final é muito mais interessante visualmente e você terá em casa uma obra única.

Se o seu projeto inclui uma escada caracol, de vidro, tipo L, tipo J, Tipo U, circular, helicoidal ou outros modelos de escadas personalizadas, procure uma empresa que ofereça análise criativa e processo técnico adequado para desenvolver a escada que você precisa, com qualidade e segurança.

Agora que você já sabe como uma escada é criada, tire o seu projeto do papel. Faça um orçamento da sua escada com a equipe Escadas Especiais. Confira nosso portfólio